sábado, 15 de março de 2014

"10 razões para proibir equipamentos eletrónicos a crianças até aos 12 anos"


"1. Crescimento do cérebro. Até aos 2 anos o cérebro das crianças triplica de tamanho e continua a crescer rapidamente até aos 21. Este desenvolvimento acontece por estímulo ambiental ou a falta dele. 

2. Atraso no desenvolvimento. Como os equipamentos tecnológicos  limitam os movimentos, a consequência é o atraso no desenvolvimento físico das crianças, com impacto negativo no desempenho escolar.

3. Obesidade. Excesso de televisão e jogos vídeo estão relacionados com a obesidade.

4. Privação do sonho. Cerca de 60% do pais não controla o uso da tecnologia pelos seus filhos, e 75% estão autorizadas a ter equipamentos no quarto. Estudo do Boston College (2012) refere que 75% das crianças entre os 9 e 10 anos tem privação de sono, com impacto negativo no desempenho escolar.

5. Distúrbios metais. O uso excessivo de tecnologia está a ser relacionada como causa para o aumento dos casos de depressão infantil, ansiedade, dificuldades de relacionamento, défice de atenção, autismo,transtorno bipolar ou psicose.

6. Agressividade. Crianças de tenra idade expostas a conteúdos física e psicologicamente violentos podem gerar crianças agressivas. Jogos como o Grand Theft Auto V é um desses casos.

7. Demência digitalOs conteúdos rápidos podem contribuir para o défice de atenção, assim como para a diminuição da concentração e memória. 

8. Dependência. Pais que se ligam cada vez mais à tecnologia, desligam-se cada vez mais dos filhos, que se ligam às tecnologias, até à adição. 

9. Emissões radioativas. Cris Rowan recorda que em maio de 2011, a Organização Mundial de Saúde classificou os telefones móveis  (e outros equipamentos sem fios) com a categoria de risco B2 (possível cancerígeno) devido às radiações. Em outubro do mesmo ano, a Saúde Canadiana veio dizer que as crianças são mais sensíveis a uma variedade de agentes do que os adultos, pois os seus cérebros e sistemas imunológicos ainda estão em desenvolvimento

10. InsustentávelAs crianças são o futuro, mas não há futuro para as crianças que usem excessivamente a tecnologia, ainda que seja esta indispensável nos dias que correm."


in "Dinheiro Vivo"

Sem comentários: