quarta-feira, 6 de abril de 2016

Edward Snowden, o Cidadão 4



Este foi mais um filme que pretendemos ver e ao qual criamos alguma expectativa por duas razões: foi algo que aconteceu e foi algo de grande dimensão. E fui correspondido.


A história incrível, mais incrível só mesmo o próprio Edward Snowden, o analista de sistemas, ex-administrador de sistemas da CIA e ex-contratado da NSA que teve a coragem de tornar público que a NASA "expia" todas as comenucações realizadas pelos americanos (e não só) através de programas informáticos, nomeadamente o PRISM, um dos principais e mais completos.

A revelação deu-se através dos jornais The Guardian e The Washington Post com a colaboração de uma equipa de jornalistas expecífica qu apoiou E. Snowden do início e levou o caso até ao fim.

Foi complicada a extradição de ES, a princípio "fugiu" para a Rússia mas a sua recepção foi sempre complicada pelos interesses existentes entre EUA e a Rússia, pelo que ainda ficou bastante tempo retido no país sem lhe ser concedido asilo político.

Depois de tantas recusas, ES acabou por ficar asilado no Equador, após a oferta directa de Evo Morales, onde se encontra em segurança, depois das confissões polémicas e escandalosas que pòs os EUA em polvorosa.


Não vale a pena dizer que é obrigatório ver este filme, nem que não seja para perceber o que se passou como tudo se passou. Só falta no filme abordarem a parte da extradição de E. Snowden, de resto...

Um dos próximos a ver será o de Julian Assange, "O 5º Estado" e digo-vos mais: se houvesse mais Edward Snowdens e Julians Assange o "Panamá Pappers" já tinha sido descoberto há mais tempo...

Sem comentários: