sábado, 10 de dezembro de 2016

Telefones chineses: a banda 20




Aparentemente não há nenhum implicativo em efectuar a compra online de um smartphone chinês (e por chinês entenda-se que não é um telefone feito neste país mas sim feio para ser utilizado neste país, não estamos a falar de telefones da Gearbest...) excepto uma característica do telefone que é importantíssima e é esencial eles terem - a banda 20 - ou seja, a frequência que é utiliza para ele "ter rede" na Europa e que é necessária para que estes telefones poderem funcionar por cá.


Os telefones até podem funcionar por cá mas padecem de uma deficiente experiência quando estão a utilizar a frequência de rede mais avançada - o 4G.


Explicação pplware.sapo.pt:

"No nosso país, o LTE está dividido em três bandas: banda 20 (800 MHz), banda 3 (1800 MHz) e banda 7 (2600MHz). Enquanto as bandas 3 e 7 são de curto alcance e responsáveis pelo LTE no centro das cidades, a banda 20 tem uma maior proliferação e está presente nas zonas mais rurais ou locais mais remotos. Ao não suportar esta última banda, os smartphones chineses apenas conseguem captar LTE nos grandes centros urbanos, estando limitados ao 3G nos restantes locais."


No entanto a China Telecom, o 3º maior operador chinês de telecomunicaões, já anunciou que para breve pode em atenão o fabrico de equipamentos com esta banda 20 incluída. Processo esse que a ser uma realidade só deverá estar concluído por volta do final de 2017.



pplware.sapo.pt



Sem comentários: