Wook

mw-billboard

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Preparados para a privacidade? Nem por isso...



Achei interessante fazer uma ligação entre o artigo desta semana da revista de notoriedade nacional (Nº1 para mim) "Visão" e o quanto estão os portugueses sensibilizados para manter a sua privacidade e/ou utilização razoável do telemóvel.





Ou seja, passo a explicar, de acordo com o artigo de revista para que um elemento se possa tornar num espião exemplar, tem de cumprir algumas destas regras (apenas coloquei as relacionadas com os telemóveis que é o âmbito principal do blogue):


  • Viver 6 meses sem o telemóvel;
  • Não ter perfil nas redes sociais;
  • Os telemóveis devem ser comprados e pagos com dinheiro, assim como os carregamentos (para não deixar rasto) - e deve ser um pré-pago claro;
  • Não activar o Voicemail e alterar o PIN com frequência;
  • Se ligar de um telefone público não faça mais do que uma chamada da mesma cabine;

Aqui queria alertar o leitor tanto para a questão "se daria ou não um bom espião" mas sobretudo até que ponto poderá estar dependente do seu telemóvel ou da vida social online, entre outros hábitos de telemóvel.




Era capaz de viver sem um único perfil nas redes sociais?

Sem comentários: